Pressão Arterial Pressão Arterial

Quando foi a última vez em que você mediu sua pressão arterial?

18 de de January 2017 por

Hipertensão arterial

Em condições normais, o coração funciona como uma bomba, que impulsiona o sangue através das artérias para conduzir oxigênio e nutrientes a todos os órgãos do corpo. Esta condição é denominada pressão arterial.

A medida da pressão arterial, pode demonstrar três condições: normal , acima do normal ( hipertensão arterial ) ou abaixo do normal (hipotensão arterial). Na medida da pressão arterial, são considerados dois valores, um máximo ou sistólico e um mínimo ou diastólico

Assim há de se considerar o valor da pressão arterial normal, como os valores compreendidos entre 135 mmhg como pressão máxima e 85 mmhg, como pressão arterial mínima, logo seria assim representada: 135 mmHg x 85 mimHg ( milímetros de mercúrio )

Consideramos hipertensão arterial, quando a medida da pressão arterial está acima desses níveis, na máxima ou na mínima ou em ambas.

Exemplos : 150×90. Ou 140 x 100. Ou 150×100

Como saber se há hipertensão arterial?

Só se pode considerar uma pessoa hipertensa, quando após avaliações continuadas da pressão arterial, estes valores se apresentam elevados, e acima de 135 mim hg x 85 mim hg. Uma única medição elevada, não é suficiente para caracterizar doença hipertensiva

A hipertensão arterial, pode se apresentar assintomática ( não percebida pelo paciente )

Como saberei se estou hipertenso ?

Como já foi dito, pode não haver sintomas que denunciem a doença, mas quando presentes podem se manifestar de diversos modos, entre eles:

  • Dores de cabeça persistentes
  • Tonteiras
  • Fadiga
  • Nervosismo
  • Insônia
  • Falta de ar
  • Cansaço
  • Sangramento nasal

Quais os fatores de risco que acompanham a hipertensão arterial?

A hipertensão arterial controlada permite uma melhor qualidade de vida e diminui os riscos cardiovasculares, quando não controlada, surgem seus riscos.

São fatores predisponentes:

  • História familiar ( hipertensos na família)
  • Idoso
  • Excesso de peso
  • Dietas com muito sal
  • Tabagismo
  • Diabéticos
  • Mulheres pôs menopausa

Classificação dos níveis de pressão arterial

Quais as possibilidade de complicações de uma hipertensão não tratada ou mal tratada?

Com o decorrer do tempo a hipertensão arterial acaba por lesar as artérias e os principais órgãos vitais:

  • Cérebro
  • Coração
  • Rins

A hipertensão arterial pode provocar :

  • Aumento do volume do coração
  • Insuficiência renal
  • Acidente vascular cerebral
  • Lesões da retina
  • Insuficiência cardíaca
  • Doenças coronarianas ( angina e enfarte do miocárdio )
  • Anomalias do ritmo cardíaco ( arritmias )

Decorre dai a importância do tratamento da hipertensão arterial de modo correto é continuamente, já que ela não tem cura.

Como controlar a hipertensão arterial?

  • Visitar seu médico periodicamente
  • Avaliar regularmente a pressão arterial
  • Procurar manter o peso ideal, através de alimentação balanceada e exercícios físicos – caminhadas
  • Reduzir o consumo de sal
  • Diminuir o consumo de bebidas alcoólicas
  • Diminuir o consumo de bebidas com cafeína ( café , chá preto, chá verde e bebidas energéticas
  • Reduzir consumo de gorduras
  • Manter uma alimentação rica em legumes, hortaliças, frutas e peixe
  • Não fumar
  • Combater o estresse
  • Tomar regularmente a medicação indicada por seu médico assistente

Cabe ressaltar mais uma vez, que os medicamentos não curam a hipertensão arterial, apenas ajudam a controlar a doença.

Por isso uma vez iniciado o tratamento ele deverá ser mantido por toda a vida

Caso haja qualquer intolerância ao medicamento, o médico assistente deverá ser notificado imediatamente.

Há que se modificar o estilo de vida , revendo conceitos e administrando conflitos a hipertensão arterial, apesar de ser uma doença incurável, na maioria dos casos é controlável

Cuide de sua saúde para viver melhor.


Dr. Nicolau Martinho é médico formado pela Escola de Medicina do Rio de Janeiro, membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia, membro da Associação Nacional de Médicos Peritos, membro da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, Especialista em Medicina do Trabalho e Auditor Médico na Área de Gestão de Saúde e Médico Nutrólogo.  Mora atualmente no Rio de Janeiro.

Deixe Seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Call Now
Translate »