A Selfie fala mais de você do que você possa imaginar

29 de de agosto 2016 por

Um grupo de profissionais que estudam o comportamento humano fez uma reflexão sobre o narcisismo nos tempos atuais e a era das Selfies. De acordo com Freud, o pai da psicanálise, a autoadmiração é normal, o que cria uma patologia é o desequilíbrio da mesma.

O que se deve ficar atento em relação ao selfie é um comportamento prejudicial e a interferência do mesmo no seu cotidiano, quando há um domínio da imagem na sua vida e quando esta passa a ser mais importante do que o momento vivido, principalmente quando temos a junção da selfie com as redes sociais, onde há uma necessidade de satisfação imediata ao postar suas selfies procurando assim “curtidas” e comentários positivos ou elogios como pequenas e superficiais realizações pessoais, deixando em segundo plano realizações maiores como cumprimento de metas ou tarefas para seu desenvolvimento pessoal.

Em Novembro de 2013, “Selfie” foi anunciada a palavra do ano pelo dicionário Oxford. Ela é uma palavra nova porém a origem dessa palavra se refere a: seu, caráter, identidade, personalidade, você, ou seja tudo que remete ao indivíduo. Mas na prática muitas vezes não estamos sozinhos na hora da selfie e o que falar daqueles que estão no fundo da foto?  Será que em nossa visão narcisista estamos preocupados com isso?A Selfie fala mais de voce do que voce possa imaginar-2

Quantas vezes os amigos falam: “Pelo amor de Deus, apaga aquela foto que você postou pois eu estou horrível!”? Mesmo uma simples selfie necessita uma certa etiqueta social quando não estamos sozinhos.  Garanto que quando observar o que está ao seu redor, sua selfie vai ter um brilho a mais e talvez salve sua vida, pois de acordo com a Wikipédia, no ano de 2015, mais pessoas morreram tirando selfies em condições de risco do que atacadas por tubarões. Cruzes!

Talvez o problema não seja a selfie em si, mas a sua exposição exagerada nas redes sociais. Você pode e deve tirar suas selfies todos os dias, para se ver, para conhecer seus melhores ângulos, modificar suas expressões pesadas, etc.  O que não é necessário é a divulgação diária delas pois então cairíamos na ideia da neurose da selfie onde se deixa de viver para alimentar as redes sociais.

Eu adoro as selfies! Acho que com elas as pessoas se descobrem, se sentem bem quando as fazem, se conhecem melhor e isso é bacana; você está ali fortalecendo sua autoestima e amando-se.

Para que suas selfies sejam um sucesso aqui vão umas dicas:

  • Cuidado com o que está no fundo da foto: lixeiras, toilets, desorganização, portas abertas, alguém em situações constrangedoras, abismos, trânsito perigoso são pontos negativos. Procure um lugar onde a sua segurança seja primordial.
  • Ângulo é tudo: se a selfie está deixando à mostra as suas narinas, a distorção da lente lhe acrescentará alguns quilinhos e seu nariz vai crescer um pouquinho. Tire sua selfie no High Angle para acrescentar levemente o tamanho dos olhos e afinar o queixo.
  • Não é todo mundo que vai amar as suas selfies; também não é todo mundo que vai odiá-las: o poder de escolher qual grupo você vai dar ouvidos continua sendo seu.

Quer saber mais sobre Fotografia? Curta nossa página do Facebook.

 


Elizabeth já na sua juventude direcionou sua vida para as artes. Primeiro apaixonou-se por poesia e depois dedicou-se a pintura a óleo sobre tela.  A vontade de observar o ser humano já estava presente e inspirada pelas poucas fotos de família entendeu a importância de imortalizar um rosto, um gesto, um momento.  Iniciou seus estudos em fotografia em 2009 e desde então continua diariamente aprendendo e dedicando sua vida a arte de imortalizar amores, sorrisos e emoção. Apaixonada por fotografia, acredita que capturando a beleza da diversidade humana, pode com seu trabalho construir sentimentos bons e apreciação de diferentes belezas. Seu lema de vida é: abrace sua diversidade, apaixone-se por si mesmo em todos os tamanhos e formatos.  Você é único.  Para contato: (954) 899-0204 ou luvithstudio@gmail.com.

Deixe Seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »